Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora
Músicas recentes: Veja as músicas que já tocaram por aqui.
Fale conosco via Whatsapp: +55 96 991310532
No comando: AO VIVO

Das 00:00 às 23:59

No comando: LUCIANA SOARES

Das 09:00 às 11:00

No comando: PR JOSUÉ GONÇALVES

Das 12:00 às 12:17

No comando: MARA COSTA

Das 18:00 às 20:00

Menu

Após passar mal, pastor Estevam Fernandes é internado e faz angioplastia

Após se sentir mal na última sexta-feira (1), o pastor Estevam Fernandes, da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, uma das maiores instituições religiosas do estado da Paraíba, foi socorrido e levado ao Hospital Unimed, onde foi constatado obstrução em suas artérias coronárias.

Para sanar o problema, foi preciso realizar um procedimento cirúrgico pouco invasivo chamado angioplastia, que consiste na implantação de stent coronário, uma peça que restabelece o fluxo sanguíneo das artérias.

André Fernandes, filho do pastor Estevam, divulgou a informação de que o procedimento foi realizado com sucesso e o seu pai passa bem.

“Papai se submeteu a uma angioplastia, em cujo procedimento colocou um stent. Está bem, graças a Deus. Vamos orar para agradecer. Pois, Deus sempre manifesta o seu cuidado, trazendo livramento. Deus abençoe a todos”, explicou André, segundo o Guiame.

André ainda explicou que Estevam, que além de pastor também é filósofo, psicólogo, administrador e doutor em sociologia, precisará ficar internado por alguns dias para a sua recuperação, mas garantiu que seu pai está fora de riscos.

“Ele está bem. Tudo deu certo. Agora é seguir o procedimento padrão. Em média, ele ficará entre três a quatro dias internado, em observação”, disse ele.

No ano passado, Estevam Fernandes foi acusado pelo Ministério Público da Paraíba de fazer do seu púlpito um “palanque político”, simplesmente porque o mesmo relatou um encontro que teve, junto com outros pastores, com o então presidenciável Jair Bolsonaro.

Na ocasião, Estevam frisou que os cristãos deveriam analisar os candidatos, mas tendo a consciência de votar no candidato certo. “Somos crentes, mas somos cidadãos e temos que saber em quem votar. Precisamos saber o que eles defendem, quais são as suas bandeiras”, disse ele. Assista abaixo:

Deixe seu comentário:

JUNTO COM A GENTE

PUBLICIDADE